Tribunal Europeu condena Polónia por intervenção em floresta milenar

Segundo o TJUE, os abates contestados põem em causa sítios de reprodução e áreas de repouso de espécies protegidas

O Tribunal de Justiça da União Europeia (TJUE) considerou esta terça-feira que a Polónia violou as regras comunitárias ao ordenar abates de árvores na floresta milenar de Bialowieza, classificada pela UNESCO como património mundial e como sítio Natura pela UE.

O tribunal europeu decidiu a favor da Comissão Europeia, no âmbito de um processo de infração contra a Varsóvia, considerando que as operações de gestão florestal do Governo polaco -- que defendeu o abate de árvores como medida de combate a um inseto infestante dos abetos -- violaram as regras de proteção da fauna e flora.

Em julho último, o executivo comunitário intentou uma ação contra a Polónia no TJUE, pedindo que fosse declarado que Varsóvia não cumpriu as suas obrigações no âmbito das diretivas 'Habitats' e 'Aves'.

O acórdão considerou que a Polónia não fez uma "avaliação adequada" dos efeitos dos abates de árvores nos habitats antes de avançar com as operações e concluiu que a luta contra a propagação do escolitídeo não justifica a dimensão da intervenção.

O TJUE sublinhou ainda que os abates contestados ameaçam sítios de reprodução e áreas de repouso de espécies protegidas pelas diretivas em causa.

Se a Polónia não se conformar com o acórdão, Bruxelas poderá intentar um recurso, pedindo sanções pecuniárias.

O sítio Natura 2000 Puszcza Bialowieska é uma das florestas naturais mais bem conservadas na Europa, caracterizada por grandes quantidades de árvores velhas, nomeadamente centenárias, e de madeira morta.

Ler mais

Exclusivos

Premium

Ricardo Paes Mamede

Benefícios fiscais para quê e para quem

São mais de 500 os benefícios fiscais existentes em Portugal. Esta é uma das conclusões do relatório do Grupo de Trabalho para o Estudo dos Benefícios Fiscais (GTEBF), tornado público na semana passada. O número impressiona por uma razão óbvia: um benefício fiscal é uma excepção às regras gerais sobre o pagamento de impostos. Meio milhar de casos soa mais a regra do que a excepção. Mas este é apenas um dos alertas que emergem do documento.

Premium

educação

O que há de fascinante na Matemática que os fez segui-la no ensino superior

Para Henrique e Rafael, os números chegaram antes das letras e, por isso, decidiram que era Matemática que seguiriam na universidade, como alunos do Instituto Superior Técnico de Lisboa. No dia em que milhares de alunos realizam o exame de Matemática A, estes jovens mostram como uma área com tão fracos resultados escolares pode, afinal, ser entusiasmante.