Explosão em fábrica na região de Dijon causa três feridos

Instalações da empresa foram evacuadas e não há nenhum risco para a população que reside próximo do local da ocorrência

Pelo menos três pessoas ficaram feridas, duas das quais com gravidade, na sequência de uma explosão numa fábrica francesa de produtos químicos e isolantes na região de Dijon.

"A situação no local já foi normalizada", disse à France-Presse um porta-voz da autarquia de Saint-Julien-du-Sault, centro este de França, onde se situa a fábrica.

A mesma fonte referiu que as instalações da empresa (Soprema) foram evacuadas e que não existe qualquer risco para a população que reside próximo do local.

Ainda não foram apuradas as causas que provocaram a explosão.

Ler mais

Premium

João César das Neves

Donos de Portugal

A recente polémica dos salários dos professores revela muito do nosso carácter político e cultural. A OCDE, no habitual "Education at a Glance", apresenta comparações de indicadores escolares, incluindo a remuneração dos docentes. O estudo é reservado, mas a sua base de dados é pública e inclui dados espantosos, que o professor Daniel Bessa resumiu no Expresso de dia 15: "Com um salário que é cerca de 40% do finlandês, 45% do francês, 50% do italiano e 60% do espanhol, o português médio paga de impostos tanto como os cidadãos destes países (a taxas de tributação que, portanto, se aproximam do dobro) para que os salários dos seus professores sejam iguais aos praticados nestes países."