Tiroteios em dois estados norte-americanos fazem 13 mortos

No estado do Ohio, foram mortas oito pessoas da mesma família

Oito membros de uma família, incluindo um menor, foram mortos a tiro no estado norte-americano de Ohio, na sexta-feira, pouco antes de um homem armado matar cinco pessoas na Georgia,

Em Ohio, sete corpos foram encontrados em três casas próximas umas das outras e um oitavo foi depois descoberto noutro local, explicou o xerife Charles Reader.

As vítimas, baleadas na cabeça, algumas enquanto dormiam, eram "todas adultas com a exceção de um adolescente" com 16 anos. Todas pertenciam à mesma família.

Três crianças - com quatro dias, seis meses e três anos - sobreviveram, segundo as autoridades, que ainda desconhecem o motivo do crime.

Outras cinco pessoas foram encontradas mortas na Georgia, fruto de dois incidentes separados que as autoridades acreditam serem disputas domésticas, segundo o xerife do condado de Columbia.

O investigador Vernon Collins acredita que as cinco mortes podem estar relacionadas.

As armas de fogo são responsáveis pela morte de cerca de 300 mil pessoas por ano nos Estados Unidos.

Ler mais

Exclusivos

Premium

João Gobern

País com poetas

Há muito para elogiar nos que, sem perspectivas de lucro imediato, de retorno garantido, de negócio fácil, sabem aproveitar - e reciclar - o património acumulado noutras eras. Ora, numa fase em que a Poesia se reergue, muitas vezes por vias "alternativas", de esquecimentos e atropelos, merece inteiro destaque a iniciativa da editora Valentim de Carvalho, que decidiu regressar, em edições "revistas e aumentadas", ao seu magnífico espólio de gravações de poetas. Originalmente, na colecção publicada entre 1959 e 1975, o desafio era grande - cabia aos autores a responsabilidade de dizerem as suas próprias criações, acabando por personalizá-las ainda mais, injectando sangue próprio às palavras que já antes tinham posto ao nosso dispor.