Antonio Tajani eleito presidente do Parlamento Europeu

O italiano Antonio Tajani (PPE) ganhou a quarta volta das eleições à presidência do Parlamento Europeu com 351 votos, contra os 282 do compatriota socialista Gianni Pitella.

Tajani, que pertence ao Forza Italia, que foi liderado por Silviio Berlusconi, sucede assim ao alemão e socialista Martin Schulz na liderança do PE.

O candidato do PPE à presidência do Parlamento Europeu, o italino Antonio Tajani, já tinha sido o mais votado na terceira votação para presidente do Parlamento Europeu, em Estrasburgo, mas foi obrigado a ir à última volta defrontar o adversário mais votado, no caso o compatriota Gianni Pitella, do S&D, grupo ao qual pertence o PS, que conseguiu na terceira ronda de votação 199 votos (menos um o que na anterior).

Tajani obteve 287 votos entre os 751 deputados, necessitando de uma maioria (50% dos votos mais um) para ser eleito.

À terceira volta seguiram todos os outros candidatos, embora tenham ficado pelo caminho. Helga Stevens desceu dos 66 para os 58 votos, Jean Lambert passou de 51 para 53, Laurentiu Rebega dos 45 para os 44 e Eleanora Forenza subiu de 42 para os 45. O anúncio do resultado está previsto para 21:00 horas locais (20:00 em Lisboa).

Os conservadores do ECR foram os últimos a anunciar o apoio ao candidato italiano do PPE, depois de já ter sido negociado um acordo comn o grupo dos liberais de Guy Verhofstadt, que retirou a sua candidatura ainda antes da primeira votação.

Ler mais

Exclusivos