Rapper francês escreve música de homenagem a Maëlys

Mone Lakame divulgou a música no Facebook dias após a descoberta do corpo da lusodescendente, que estava desaparecida desde agosto.

O rapper francês Mone Lakame escreveu uma música de homenagem à lusodescendente Maëlys de Araújo, de 9 anos, que estava desaparecida desde agosto e cujo cadáver foi encontrado na semana passada depois da confissão do responsável, Nordahl Lelandais.

"Uma pequena música em homenagem a Maëlys, escrita e cantada esta manhã sob a influência da emoção. Não sei cantar lá muito bem, mas vem da profundeza da minha alma, porque o que lhe aconteceu, pode acontecer a qualquer um de nós... paz à sua alma e força aos pais", escreveu no Facebook o rapper de Marselha, que tem um filho e disse aos media franceses ter seguido esta história como todo o país.

A música, intitulada Maëlys Song, já tem mais de 311 mil visualizações desde que foi publicada, no dia 16, e mais de nove milhões de partilhas.

Lelandais, um antigo militar de 34 anos, confessou que matou "involuntariamente" Maëlys, levando as autoridades até ao local onde se desfez do corpo. Isto depois de ter sido encontrado sangue na mala do seu carro. A menina tinha desaparecido a 27 de agosto em Pont-de-Beauvoisin, no leste de França.

Ler mais

Premium

Anselmo Borges

"Likai-vos" uns aos outros

Quem nunca assistiu, num restaurante, por exemplo, a esta cena de estátuas: o pai a dedar num smartphone, a mãe a dedar noutro smartphone e cada um dos filhos pequenos a fazer o mesmo, eventualmente até a mandar mensagens uns aos outros? É nisto que estamos... Por isso, fiquei muito contente quando, há dias, num jantar em casa de um casal amigo, reparei que, à mesa, está proibido o dedar, porque aí não há telemóvel; às refeições, os miúdos adolescentes falam e contam histórias e estórias, e desabafam, e os pais riem-se com eles, e vão dizendo o que pode ser sumamente útil para a vida de todos... Se há visitas de outros miúdos, são avisados... de que ali os telemóveis ficam à distância...