Quase um terço dos eleitores absteve-se de votar

10,3 milhões de espanhóis não votaram este domingo nas eleições legislativas

A abstenção das eleições legislativas de Espanha foi de 30,16%, o que significa que cerca de 10,3 milhões de espanhóis decidiram não ir às urnas no domingo.

Para as eleições legislativas deste domingo foram chamados a votar 36,5 milhões de eleitores, dos quais 24.067.438 eleitores foram às urnas, uma afluência de 69,84%.

Segundo os últimos dados do Ministério do Interior, citados pela agência de notícias espanhola Efe, abstiveram-se 10.394.047 eleitores, ou 30,16%, um número ligeiramente inferior à abstenção de 30,33% registada nas eleições de dezembro de 2015.

O Partido Popular (PP), liderado pelo chefe do governo de gestão, Mariano Rajoy, foi o vencedor das eleições em Espanha, sem maioria absoluta, com 137 deputados eleitos, anunciou a comissão eleitoral.

O Partido Socialista (PSOE) ficou em segundo lugar, com 85 lugares no congresso espanhol, enquanto a aliança de esquerda Unidos Podemos elegeu 71 deputados e o partido de centro-direita Ciudadanos conseguiu 32 assentos.

Ainda não é possível prever qual será a coligação que irá permitir uma solução governativa, que não foi possível construir na sequência das últimas eleições, em 20 de dezembro último.

Segunda-feira inicia-se um período de negociações para tentar desbloquear esse impasse político, tendo todos os partidos garantido nos últimos dias da campanha eleitoral que não seria necessário repetir as eleições pela terceira vez.

Ler mais

Exclusivos