PSOE dispara nas intenções de voto e lidera sondagens com Sánchez

Dois meses depois da chegada de Pedro Sánchez à Moncloa, barómetro do Centro de Investigaciones Sociológicas (CIS) coloca os socialistas em primeiro lugar nas intenções de voto dos eleitores espanhóis

No referido inquérito de opinião, divulgado esta quinta-feira em Espanha, o PSOE conta com 29,9% das intenções de voto, o Partido Popular de Pablo Casado e o Ciudadanos de Albert Rivera surgem empatados com 20,4%. O Podemos de Pablo Iglesias aparece em quarto lugar neste barómetro com 15,6%.

Este é o primeiro barómetro do CIS desde a moção de censura com que Sánchez derrubou Mariano Rajoy, mas não inclui por exemplo o possível efeito da eleição de Casado para líder do PP a 21 de julho.

É com estes números em pano de fundo que o primeiro-ministro socialista espanhol e o líder da oposição conservadora se reúnem hoje, pela primeira vez de forma oficial, no palácio da Moncloa. A pressão migratória sobre a chamada Fronteira Sul de Espanha, a afronta dos independentistas da Catalunha ao Estado espanhol e o crescimento económico e o emprega são os temas que estão no centro da agenda do encontro entre os dois políticos.

Outro dado curioso que revelam estes dados do CIS é que o bipartidarismo, outrora em crise em Espanha, está de volta. Juntos, PSOE e PP somam mais de 50% das intenções de voto, algo que tinha sido posto em causa pela força ganha por partidos como Podemos e Ciudadanos durante os últimos anos.

Ler mais