Proprietário aluga casa a troco de sexo

Com o verão a aproximar-se e com as dificuldades em alugar casa na ilha espanhola, surgem anúncios no mínimo... diferentes

As dificuldades em encontrar alojamento em Ibiza são muitas e com o aproximar do verão tudo fica mais difícil. Os preços sobem, as casas escasseiam e nem quem vai para lá trabalhar na época alta tem a vida facilitada.

Mas, em alturas de crise o melhor (ou o pior) do ser humano vem ao de cima. Neste caso, falamos de criatividade.

Hoje, o site milanuncios.com publicava um anúncio que causou muita polémica. "Alugam-se dois quartos. Seriam 150 euros mês mais uma relação sexual semanal com o proprietário e três meses de caução".

A IB3TV foi o primeiro meio de comunicação a noticiar a questão.

Embora o anúncio tenha sido removido poucas horas depois de ter sido publicado, foi visto por mais de 1200 pessoas e, segundo o jornal El Mundo, recebeu 22 contactos de eventuais interessados no negócio.

Ler mais

Exclusivos

Premium

Margarida Balseiro Lopes

Legalização do lobbying

No dia 7 de junho foi aprovada, na Assembleia da República, a legalização do lobbying. Esta regulamentação possibilitará a participação dos cidadãos e das empresas nos processos de formação das decisões públicas, algo fundamental num Estado de direito democrático. Além dos efeitos práticos que terá o controlo desta atividade, a aprovação desta lei traz uma mensagem muito importante para a sociedade: a de que também a classe política está empenhada em aumentar a transparência e em restaurar a confiança dos cidadãos no poder político.

Premium

Viriato Soromenho Marques

Erros de um sonhador

Não é um espetáculo bonito ver Vítor Constâncio contagiado pela amnésia que tem vitimado quase todos os responsáveis da banca portuguesa, chamados a prestar declarações no Parlamento. Contudo, parece-me injusto remeter aquele que foi governador do Banco de Portugal (BdP) nos anos críticos de 2000-2010 para o estatuto de cúmplice de Berardo e instrumento da maior teia de corrupção da história portuguesa, que a justiça tenta, arduamente, deslindar.