Professora que engravidou de aluno de 13 anos diz que pais dele apoiavam

Alexandria Vera pagou uma caução de 90 mil euros. Enfrenta pena entre os 25 e os 99 anos de prisão

Uma professora de inglês de 24 anos que manteve uma relação com um aluno de 13 durante meses enfrenta uma pena de prisão que pode variar entre os 25 e os 99 anos. Alexandria Vera, que dá aulas numa escola de Houston, Texas, Estados Unidos, entregou-se às autoridades na quarta-feira quando teve conhecimento de que existia um mandado de detenção, tendo afirmado que mantinha relações sexuais com o aluno praticamente todos os dias e que os pais dele tinham conhecimento.

Alexandria Vera saiu em liberdade depois de pagar uma caução de 100 mil dólares (cerca de 90 mil euros) e enfrenta uma acusação de abuso sexual continuado de menor, o que no Texas pode ser punido com prisão até 99 anos.

A professora, que tem uma filha de 4 anos, engravidou do aluno, mas fez um aborto pouco depois de receber a visita dos serviços sociais, em fevereiro, para averiguar a relação.

Alexandria admitiu aos investigadores que tinha sexo com o aluno, que entretanto já tem 14 anos, praticamente todos os dias desde setembro do ano passado. A relação terá começado depois de a professora o ter contactado através do Instagram após este ter faltado a uma aula. A seguir, terão trocado números de telefone e começado a sair juntos. Na escola, segundo relata a imprensa norte-americana, todos sabiam do relacionamento, já que estes não o escondiam.

Segundo a professora, e ainda de acordo com a imprensa local, os pais do rapaz também sabiam da relação, bem como do facto de ela ter engravidado. Terão até apoiado a gravidez e ficado muito entusiasmados.

Exclusivos

Premium

Crónica de Televisão

Os índices dos níveis da cadência da normalidade

À medida que o primeiro dia da crise energética se aproximava, várias dúvidas assaltavam o espírito de todos os portugueses. Os canais de notícias continuariam a ter meios para fazer directos em estações de serviço semidesertas? Os circuitos de distribuição de vox pop seriam afectados? A língua portuguesa resistiria ao ataque concertado de dezenas de repórteres exaustos - a misturar metáforas, mutilar lugares-comuns ou a começar cada frase com a palavra "efectivamente"?

Premium

Margarida Balseiro Lopes

O voluntariado

A voracidade das transformações que as sociedades têm sofrido nos últimos anos exigiu ao legislador que as fosse acompanhando por via de várias alterações profundas à respetiva legislação. Mas há áreas e matérias em que o legislador não o fez e o respetivo enquadramento legal está manifestamente desfasado da realidade atual. Uma dessas áreas é a do voluntariado. A lei publicada em 1998 é a mesma ao longo destes 20 anos, estando assim obsoleta perante a realidade atual.