Presidente do Parlamento Europeu quer que Mark Zuckerberg vá depor a Estrasburgo

Antonio Tajani exige a presença do CEO da rede social Facebook no Parlamento Europeu

O presidente do Parlamento Europeu, Antonio Tajani, exigiu que o líder da Facebook, Mark Zuckerberg, vá explicar pessoalmente aos deputados europeus a utilização de dados pessoais dos milhões de utilizadores desta rede social.

"Todos os grupos políticos insistem na necessidade absoluta da sua presença pessoal, como foi o caso no congresso dos EUA", escreveu Tajani em mensagem dirigida a Zuckerberg, a que a agência AFP teve acesso.

Tajani já tinha convidado o dirigente da Facebook a exprimir-se perante os representantes dos 500 milhões de europeus.

O convite foi feito em 20 de março, depois de se conhecer o escândalo Cambridge Analytica, nome da sociedade que explorou para seu proveito os dados pessoais de dezenas de milhões de utilizadores do Facebook.

Mas Zuckerberg, que testemunhou durante dez horas perante os congressistas norte-americanos na semana passada, propôs que fosse o seu vice-presidente encarregado das relações públicas, Joel Kaplan, a reunir-se com os deputados europeus.

Ler mais

Exclusivos