Putin considera "terrorismo telefónico" vaga de falsos alertas de bomba

As autoridades adiantaram que nos últimos três dias foram evacuados 500 edifícios, entre eles órgãos oficiais, escolas e centros comerciais

A presidência russa qualificou hoje como "terrorismo telefónico" centenas de falsos alertas de bomba feitos pelo telemóvel, nos últimos dias, contra locais públicos na Rússia.

"Isto é, sem dúvida, terrorismo e vandalismo telefónico", disse aos jornalistas Dmitry Peskov, porta-voz do Presidente Russo, Vladimir Putin.

Segundo o porta-voz, "estão a ser tomadas todas as medidas necessárias" para encontrar os autores dos telefonemas.

De acordo com a EFE, mais de 20 escolas foram hoje evacuadas na capital russa, tendo sido retiradas mais de 15 mil pessoas dos estabelecimentos.

Em São Petersburgo foram hoje evacuados todos os grandes centros comerciais, num total de doze, e ainda um outro em Kazán.

As autoridades adiantaram que nos últimos três dias foram evacuados 500 edifícios, entre eles órgãos oficiais, escolas e centros comerciais, e retiradas 150 mil pessoas e não foram encontradas bombas.

As chamadas anónimas começaram na segunda-feira, na zona ocidental da Rússia, e espalharam-se na terça-feira a cidades de todo o país.

Ler mais

Exclusivos

Premium

João Gobern

País com poetas

Há muito para elogiar nos que, sem perspectivas de lucro imediato, de retorno garantido, de negócio fácil, sabem aproveitar - e reciclar - o património acumulado noutras eras. Ora, numa fase em que a Poesia se reergue, muitas vezes por vias "alternativas", de esquecimentos e atropelos, merece inteiro destaque a iniciativa da editora Valentim de Carvalho, que decidiu regressar, em edições "revistas e aumentadas", ao seu magnífico espólio de gravações de poetas. Originalmente, na colecção publicada entre 1959 e 1975, o desafio era grande - cabia aos autores a responsabilidade de dizerem as suas próprias criações, acabando por personalizá-las ainda mais, injectando sangue próprio às palavras que já antes tinham posto ao nosso dispor.