PP diz que eleitores castigaram quem aposta no bloqueio

Partido conseguiu nova maioria absoluta nas regionais na Galiza

A secretária-geral do PP, María Dolores de Cospedal, defendeu que nas eleições legislativas regionais de hoje os galegos e os bascos apostaram na "segurança e estabilidade" e "penalizaram os que criaram um bloqueio institucional e para o seu país".

A responsável do PP, partido que venceu as eleições legislativas em Espanha em junho passado, mas sem obter um resultado que permitisse formar Governo, destacou que o PSOE teve hoje, em ambas as comunidades, os piores resultados da sua história, pelo que deveria "tirar conclusões".

Cospedal também observou que os responsáveis do PP estão "dispostos" a falar com o Partido Nacionalista Basco (PNV, que se manteve como primeira força política no País Basco), e destacou o "espírito de negociação" do seu partido para falar com esta e outras formações políticas.

O presidente do Governo espanhol em funções e líder do PP, Mariano Rajoy, felicitou os candidatos do seu partido na Galiza, Alberto Núñes Feijóo -- que renovou o seu mandato -, e no País Basco, Alfonso Alonso.

"Parabéns a Alberto Núñez Feijóo, a Alfonso Alonso e às equipas do Partido Popular. Orgulhosos do vosso trabalho", escreveu o chefe do executivo, na rede social Twitter.

O PP ganhou as eleições na Galiza com maioria absoluta e o Partido Nacionalista Basco (PNV) venceu com maioria relativa no País Basco, pelo que terá de encontrar apoios para continuar à frente do governo regional.

Ler mais

Exclusivos