Portuguesa morre no Panamá ao cair de 27.º andar a tirar "selfie"

Um estudo divulgado no princípio deste mês concluiu que entre 2011 e 2017 pelo menos 259 pessoas morreram ao tentar tirar uma 'selfie' em situações perigosas.

Uma jovem portuguesa morreu na sexta-feira no Panamá ao cair de uma varanda de um 27.º andar quando tentava tirar uma "selfie", noticiou hoje a imprensa local citando a polícia.

Segundo a polícia, a jovem portuguesa, Sandra Manuela da Costa Macedo, tinha título de residente no Panamá, mas chegara ao país há pouco tempo.

O acidente ocorreu na sexta-feira, cerca das 10:00 locais (16:00 em Lisboa), no bairro de El Cangrejo, na Cidade do Panamá, segundo a polícia.

A imprensa panamiana publica um vídeo em que se vê o acidente, filmado por operários que trabalhavam num edifício próximo e tentaram avisar a jovem do perigo ao verem-na sentar-se no corrimão da varanda, segundo o jornal panamiano La Critica.

Um estudo divulgado no princípio deste mês concluiu que entre 2011 e 2017 pelo menos 259 pessoas morreram ao tentar tirar uma 'selfie' em situações perigosas.

Ler mais

Exclusivos

Premium

Henrique Burnay

Isabel Moreira ou Churchill

Numa das muitas histórias que lhe são atribuídas, sem serem necessariamente verdadeiras, em resposta a um jovem deputado que, apontando para a bancada dos Trabalhistas, perguntou se era ali que se sentavam os seus inimigos, Churchill teria dito que não: "Ali sentam-se os nossos adversários, os nossos inimigos sentam-se aqui (do mesmo lado)." Verdadeira ou não, a história tem uma piada e duas lições. Depois de ler o que publicou no Expresso na semana passada, é evidente que a deputada Isabel Moreira não se teria rido de uma, nem percebido as outras duas.