Português morto em Luanda durante assalto

Homicídio aconteceu na quarta-feira, num estabelecimento comercial

A polícia angolana confirmou esta quinta-feira à agência Lusa a morte de um cidadão português, ocorrida no município de Viana, arredores de Luanda, presumivelmente na sequência de um assalto.

Segundo o diretor do gabinete de comunicação institucional e imprensa da delegação de Luanda do Ministério do Interior, intendente-chefe Mateus Rodrigues, o homicídio ocorreu quarta-feira à noite, na sequência de um assalto a um estabelecimento comercial no município de Viana.

Mateus Rodrigues acrescentou que a vítima, de 65 anos e cuja identificação não foi avançada, terá sido morto a tiro, salientando que o caso está a ser investigado, não havendo ainda detidos neste processo.

Ler mais

Exclusivos

Premium

João Gobern

País com poetas

Há muito para elogiar nos que, sem perspectivas de lucro imediato, de retorno garantido, de negócio fácil, sabem aproveitar - e reciclar - o património acumulado noutras eras. Ora, numa fase em que a Poesia se reergue, muitas vezes por vias "alternativas", de esquecimentos e atropelos, merece inteiro destaque a iniciativa da editora Valentim de Carvalho, que decidiu regressar, em edições "revistas e aumentadas", ao seu magnífico espólio de gravações de poetas. Originalmente, na colecção publicada entre 1959 e 1975, o desafio era grande - cabia aos autores a responsabilidade de dizerem as suas próprias criações, acabando por personalizá-las ainda mais, injectando sangue próprio às palavras que já antes tinham posto ao nosso dispor.