"Por desgraça em Espanha não temos um PS como o de Portugal"

O líder do Podemos está hoje em Lisboa para apoiar a candidatura de Marisa Matias à presidência da República.

Em Espanha ainda se vive um período de negociações para a formação de um governo depois das eleições de 20 de dezembro ganhas pelo PP, mas sem maioria absoluta. Entretanto, o líder do PSOE, Pedro Sánchez, já esteve em Lisboa a elogiar a solução à portuguesa conseguida por António Costa, mas de regresso a Madrid os entendimentos parecem mais complicados. Uma aliança entre socialistas e Podemos é uma possibilidade, apesar de insuficiente para a maioria, mas o PSOE nem quer ouvir falar no referendo na Catalunha defendido pelo partido de Pablo Iglesias.

Uma situação que, para Iglesias, é muito culpa do próprio PSOE. "Por desgraça em Espanha não temos um PS como o de Portugal", disse ao início da tarde o líder do Podemos, acrescentando que o "PSOE um dia diz uma coisa e depois diz outra".

Sobre o que o trouxe a Portugal, o apoio à candidatura presidencial da bloquista Marisa Matias, Pablo Iglesias mostrou-se confiante. "Estou convencido de que a Marisa vai à segunda volta".

Exclusivos