Polícia usa drones para apanhar condutores que usam telemóvel

As autoridades brasileiras começaram a usar os aparelhos também para detetar manobras perigosas e estacionamentos ilegais

As autoridades brasileiras do Departamento de Trânsito do Distrito Federal (Detran) estão desde o início da semana a usar drones para apanhar condutores que utilizem o telemóvel enquanto conduzem.

A polícia de Brasília acredita que esta ajuda aérea pode reduzir o número de acidentes. No Brasil, o uso de telemóveis ao volante é a terceira maior causa de acidentes de trânsito.

O Detran está a usar dois drones, que além de identificarem os condutores que usam o telemóvel, também detetam manobras perigosas ou estacionamentos ilegais.

O número de condutores de Brasília apanhados ao telemóvel enquanto conduzem passou de 50,5 mil, entre janeiro e novembro de 2016, para 64,8 mil, no período homólogo de 2017, o que representa um aumento de 22%.

Segundo Silvain Fonseca, diretor-geral do Detran, citado pelo "Correio Braziliense", o objetivo é "mudar o comportamento dos motoristas" e continuar a reduzir o número de mortes associadas a esta prática. "Este ano diminuímos em 126 o número de mortes e queremos que chegue a zero", disse o responsável.

Ler mais

Exclusivos