Polícia realiza buscas a empresários ligados a Zuma

Um de três irmãos da família Gupta, ligados ao presidente, terá sido detido.

Uma unidade de elite da polícia da África do Sul realizou hoje buscas à casa de família do grupo empresarial Gupta, em Joanesburgo, no quadro das investigações sobre tráfico de influências que atingem a cúpula do Estado sul-africano.

"A operação está ligada" ao escândalo "Captura do Estado, nome do caso de corrupção em que se encontra implicado o presidente Jacob Zuma, disse à agência AFP Hanqwani Mulaudzi, porta-voz da polícia.

Pouco depois das 08:00 (06:00 em Lisboa) um veículo civil escoltado por carros da polícia abandonou a propriedade da família Gupta. Três pessoas foram detidas até agora, incluindo um dos irmãos, segundo um comunicado da polícia.

Estas buscas acontecem numa altura em se espera uma decisão de Zuma sobre o eventual afastamento do cargo de chefe de Estado.

O país enfrente uma crise política devido aos casos de alegada corrupção que envolvem o presidente.

O Congresso Nacional Africano (ANC), partido no poder, determinou que Zuma deve abandonar o poder, aguardando uma decisão oficial.

Ler mais

Exclusivos

Premium

Daniel Deusdado

"Petróleo, não!" Nesta semana já estivemos perto

1. Uma coisa é termos uma vaga ideia de quão estupidamente dependemos dos combustíveis fósseis. Outra, vivê-la em concreto. Obrigado aos grevistas. A memória perdida sobre o "petróleo" voltou. Ficou a nu que temos de fugir dos senhores feudais do Médio Oriente, das oligopolísticas, campanhas energéticas com preços afinados ao milésimo de euro e, finalmente, deste tipo de sindicatos e associações patronais com um poder absolutamente desproporcionado.