Polícia detém ex-dirigente da Comunidade de Madrid suspeito de corrupção

Ignacio González foi detido no quadro de uma operação anticorrupção à empresa que faz gestão de água em Madrid

O ex-presidente da Comunidade Autónoma de Madrid Ignacio González é uma das pessoas detidas hoje pela polícia no quadro de uma operação anticorrupção à empresa pública que faz a gestão da água na capital espanhola, "Canal de Isabel II".

Os órgãos de comunicação social espanhóis explicam que a operação está a ser conduzida pela "Unidade Central Operativa" da Polícia Nacional, encarregada da investigação de casos graves e do crime organizado, desde esta manhã e prevê a detenção de vários ex-dirigentes da empresa das águas de Madrid.

Jaime González é militante do Partido Popular (PP, direita), ex-presidente da Comunidade de Madrid entre 2012 e 2015.

A operação da polícia investiga, entre outros delitos, um suposto financiamento ilegal do PP através do "Canal Isabel II", desconfiando-se que González tenha comprado empresas na América Latina por um preço superior ao de mercado, segundo a imprensa.

O PP está no Governo em Espanha desde 2011, tendo perdido a maioria absoluta em 2015, depois de serem conhecidos uma série de casos de corrupção que envolviam militantes deste partido.

Ler mais

Exclusivos