Polícia francesa deteve suspeito de planear atentado

Ministro do Interior realçou que o cidadão francês "pertence a uma rede terrorista que procurava atacar" o país

O ministro do Interior francês, Bernard Cazeneuve, revelou hoje que a polícia prendeu um suspeito na zona de Paris que estava a planear um atentado já "num estado avançado".

Cazeneuve indicou que o raide no bairro Argenteuil, nos arredores de Paris, levou a uma "detenção relevante", mas disse não haver evidência de ligação com os atentados de Bruxelas, na terça-feira, e de Paris, em novembro.

O detido, um cidadão francês, "pertence a uma rede terrorista que procurava atacar o nosso país", revelou o ministro, informando que o homem "é suspeito de estar envolvido no plano de nível elevado".

O ministro acrescentou que o suspeito tinha estado sob vigilância "durante várias semanas" e que a sua prisão foi também resultado da "cooperação estreita e permanente entre os serviços europeus".

As operações policiais decorreram hoje num prédio de apartamentos em Argenteuil, que foi evacuado, no âmbito de inquérito conduzido por um juiz de instrução antiterrorista.

Especialistas em desativação de bombas estiveram no local para permitir que a polícia prosseguisse as buscas nos apartamentos, no estacionamento e nas áreas comuns em condições de segurança, adianto o ministro.

Durante as operações, foi criado um cordão de segurança em torno do edifício.

(Notícia atualizada às 23:30)

Exclusivos