Pénis azul de cinco andares causa polémica em Estocolmo

A artista sueca Carolina Falkholt é a autora da obra que está a causar indignação entre os moradores de um bairro em Estocolmo. A pintura de um pénis azul, com a altura de cinco andares, vai agora ser tapada

Basta ver as imagens e perceber a razão pela qual esta obra de arte está a gerar polémica. Um pénis azul, com a altura e cinco andares, pintado na lateral de um prédio num bairro em Estocolmo, na Suécia, não agradou a todos.

Os moradores do bairro Kungsholmen, no centro da cidade, não gostaram do que viram e pediram para que a obra da artista sueca Carolina Falkholt, de 41 anos, fosse tapada. E é o que vai acontecer. A parede lateral do prédio vai voltar a ser pintada. A decisão surge uma semana depois de ser revelada a polémica arte urbana, intitulada Fuck the World.

A cultura e a arte são importantes para o desenvolvimento de ambientes urbanos interessantes, mas, ao mesmo tempo, temos de respeitar a opinião dos vizinhos

Ao jornal sueco Aftonbladet, a empresa que detém o prédio, a Atrium Ljungberg, afirma que só viu o trabalho da artista na manhã de quarta-feira, tal como como aconteceu com os habitantes do bairro.

A decisão de tapar a pintura foi justificada pelas queixas dos moradores. "A cultura e a arte são importantes para o desenvolvimento de ambientes urbanos interessantes, mas, ao mesmo tempo, temos de respeitar a opinião dos vizinhos", explicou Camilla Klimt, responsável de marketing da empresa ao jornal.

Enquanto algumas pessoas consideraram a pintura do pénis gigante uma "parte importante do debate sobre a sexualidade, corpo e género", outros habitantes de Kungsholmen apenas viram a obra como sendo "ofensiva".

Esta não é a primeira vez que o trabalho da sueca Carolina Falkholt gera contorvésia. Em dezembro do ano passado, pintou um pénis em tons de rosa num prédio em Manhattan, em Nova Iorque. A pintura foi eliminada três dias depois da inauguração, depois dos protestos dos moradores.

Ler mais

Exclusivos