Pelo menos quatro pessoas mortas a tiro em Acapulco, México

Pelo menos quatro pessoas foram mortas a tiro no domingo em Acapulco, conhecida estância balnear do México, onde tem sido registado um aumento da violência relacionada com a droga.

Um jornalista da agência noticiosa Associated Press (AP) viu os quatro cadáveres, incluindo o de um homem que estava estendido numa avenida central de Acapulco em plena luz do dia com uma toalha a cobrir-lhe a cara.

Transeuntes assistiram a partir de uma passagem pedonal às diligências da polícia, que isolou o local.

No México foram registados 2.234 homicídios em junho, o mês mais mortífero nos últimos 20 anos, segundo dados do governo.

No primeiro semestre de 2017, as autoridades registaram um recorde de 12.155 investigações por homicídio, mais 31% do que as 9.300 em igual período do ano passado.

Ler mais

Exclusivos

Premium

Daniel Deusdado

Estou a torcer por Rio apesar do teimoso Rui

Meu Deus, eu, de esquerda, e só me faltava esta: sofrer pelo PSD... É um problema que se agrava. Antigamente confrontava-me com a fria ministra das Finanças, Manuela Ferreira Leite, e agora vejo a clarividente e humana comentadora Manuela Ferreira Leite... Pacheco Pereira, um herói na cruzada anti-Sócrates, a voz mais clarividente sobre a tragédia da troika passista... tornou-se uma bússola! Quanto não desejei que Rangel tivesse ganho a Passos naquele congresso trágico para o país?!... Pudesse eu escolher para líder a seguir a Rio, apostava tudo em Moreira da Silva ou José Eduardo Martins... O PSD tomou conta dos meus pesadelos! Precisarei de ajuda...?