Pelo menos 24 mortos em descarrilamento de comboio na Turquia

Concluídas as operações de busca, o Governo confirmou ao número de vítimas mortais do acidente deste domingo

Pelo menos 24 pessoas morreram num descarrilamento de um comboio de passageiros, no domingo, na região de Tekirdag, no noroeste da Turquia, avança o Governo turco.

O número foi confirmado num novo relatório oficial, divulgado esta manhã pelo vice primeiro-ministro turco, Recep Akdag, depois de concluídas as operações de busca.

O comboio que transportava 360 passageiros era proveniente de Kapikule, na fronteira com a Bulgária, e tinha como destino Istambul, de acordo com as novas informações.

"O acidente aconteceu por causa das más condições meteorológicas", explicou, no domingo, o governador da região de Tekirdag, Mehmet Ceylan, citado pelas agências noticiosas internacionais.

Segundo as novas informações relacionadas com o incidente, seis dos vagões da composição saíram dos carris e descarrilaram perto de Tekirdag, junto à fronteira com a Grécia, a 135 quilómetros de Istambul.

Ler mais

Premium

João Gobern

País com poetas

Há muito para elogiar nos que, sem perspectivas de lucro imediato, de retorno garantido, de negócio fácil, sabem aproveitar - e reciclar - o património acumulado noutras eras. Ora, numa fase em que a Poesia se reergue, muitas vezes por vias "alternativas", de esquecimentos e atropelos, merece inteiro destaque a iniciativa da editora Valentim de Carvalho, que decidiu regressar, em edições "revistas e aumentadas", ao seu magnífico espólio de gravações de poetas. Originalmente, na colecção publicada entre 1959 e 1975, o desafio era grande - cabia aos autores a responsabilidade de dizerem as suas próprias criações, acabando por personalizá-las ainda mais, injectando sangue próprio às palavras que já antes tinham posto ao nosso dispor.