Pelo menos 14 mortos em colapso de viaduto em Calcutá

O viaduto estava em construção desde 2009 e já devia estar terminado há anos cinco anos

Pelo menos 14 pessoas morreram devido ao colapso de um viaduto em construção na cidade de Calcutá, na Índia, esta quinta-feira. As autoridades temem que 100 pessoas estejam presas debaixo dos escombros do viaduto, já que este caiu sobre uma rua onde passavam carros.

Bombeiros e centenas de pessoas estão a tentar remover o entulho para ajudar as vítimas soterradas, mas, segundo a Reuters, há poucos sinais de um esforço coordenado de salvamento.

O viaduto estava em construção desde 2009 e já devia estar terminado há anos cinco anos. Os desabamentos são frequentes na Índia, situações provocadas pelo estado precário das infraestruturas e pela falta de manutenção, fatores alimentados pela corrupção e práticas ilegais, como a fraca qualidade dos materiais, que dominam o setor da construção.

Em setembro de 2015, dois trabalhadores foram resgatados com vida após permanecerem nove dias num túnel que ruiu a 47 metros de profundidade no estado indiano de Himachil Pradesh, no norte.

Os desabamentos mais comuns ocorrem, porém, em prédios, como o que em agosto do ano passado causou a morte a 11 pessoas, esmagadas por um muro em construção em Haryana (noroeste).

Notícia atualizada às 14.36. Atualizado o número de mortos

Exclusivos