Sismo na Indonésia faz pelo menos 14 mortos

O sismo, registado na ilha de Lombok, um destino turístico, teve uma magnitude 6,4 na escala de Ritcher

Pelo menos 14 pessoas morreram este domingo e 162 ficaram feridas na ilha indonésia de Lombok, na sequência do sismo de magnitude 6,4 na escala de Ritcher, disseram as autoridades.

O distrito de Lombok leste foi o mais atingido com oito mortos, incluindo uma cidadã da Malásia, disse Sutopo Purwo Nugroho, porta-voz da Agência de Mitigação de Desastres indonésia, Sutopo Purwo Mugroho.

A mulher, de 30 anos, estava a visitar o Monte Rinjani, onde se registou um aluimento de terras em sequência do sismo. Nugroho, citado pela Reuters, afirmou que a área está temporariamente encerrada. Centenas de alpinistas estão a ser retirados do parque nacional de Rinjani, afirmou.

Em dezembro de 2004, um sismo de magnitude 9,1, registado ao largo da ilha de Samatra, desencadeou um 'tsunami' que matou 230 mil pessoas

"As necessidades mais prementes agora são pessoal médico, macas, equipamentos de saúde, produtos para criança e alimentos", disse Sutopo Purwo Nugroho.

O mesmo porta-voz tinha indicado anteriormente três mortos e 12 feridos, na sequência do sismo que abalou a ilha de Lombok, um destino turístico popular, próximo de Bali, na Indonésia, disseram as autoridades.

O arquipélago da Indonésia, com milhares de ilhas, situa-se no chamado Anel de Fogo do Pacífico, uma zona de elevada atividade sísmica e vulcânica.

Em dezembro de 2004, um sismo de magnitude 9,1, registado ao largo da ilha de Samatra, desencadeou um 'tsunami' que matou 230 mil pessoas em mais de dez países.

Ler mais

Exclusivos

Premium

Daniel Deusdado

Estou a torcer por Rio apesar do teimoso Rui

Meu Deus, eu, de esquerda, e só me faltava esta: sofrer pelo PSD... É um problema que se agrava. Antigamente confrontava-me com a fria ministra das Finanças, Manuela Ferreira Leite, e agora vejo a clarividente e humana comentadora Manuela Ferreira Leite... Pacheco Pereira, um herói na cruzada anti-Sócrates, a voz mais clarividente sobre a tragédia da troika passista... tornou-se uma bússola! Quanto não desejei que Rangel tivesse ganho a Passos naquele congresso trágico para o país?!... Pudesse eu escolher para líder a seguir a Rio, apostava tudo em Moreira da Silva ou José Eduardo Martins... O PSD tomou conta dos meus pesadelos! Precisarei de ajuda...?

Premium

arménios na síria

Tempo de fugir de casa para regressar à terra

Em 1915, no Império Otomano, tiveram início os acontecimentos que ficariam conhecidos como o genocídio arménio. Ainda hoje as duas nações continuam de costas voltadas, em grande parte porque a Turquia não reconhece que tenha havido uma matança sistemática. Muitas famílias procuraram então refúgio na Síria. Agora, devido à guerra civil que começou em 2011, os netos daqueles que fugiram voltam a deixar tudo para trás.