Papa: peregrinos não devem ser "divas em turné"

Francisco pediu este domingo aos missionários que tenham uma postura simples

O Papa pediu este domingo aos peregrinos católicos que tenham uma postura simples e não sejam "divas em turné". Na habitual mensagem do Angelus, no Vaticano, Francisco apelou aos missionários que adotem um estilo que "consiste na pobreza de meios", um recado que também parece dirigido para dentro da própria Igreja.


"O cajado e as sandálias são as dotações dos peregrinos, porque são os mensageiros do reino de Deus, não gestores omnipotentes, funcionários imutáveis ou divas em turné", declarou o papa este domingo desde a janela do apartamento pontifício. Palavras que têm como destinatários diretos os missionários, a quem Francisco recorda as recomendações de Jesus aos apóstolos: "O Mestre quer que eles sejam livres e leves, sem apoio e sem favores, seguros apenas do amor dAquele que os envia, fortes apenas de sua palavra que eles vão anunciar".

Vamos pensar em alguns santos desta diocese de Roma. Eles não eram funcionários ou empresários, mas humildes obreiros do Reino


Mas depois de lembrar o exemplo de alguns santos da diocese de Roma, da qual é bispo, a mensagem do Papa sai dirigida pela segunda vez aos "funcionários". "Vamos pensar em alguns santos desta diocese de Roma. Eles não eram funcionários ou empresários, mas humildes obreiros do Reino de Deus. Eles tinham esse rosto. E a esse 'rosto' também pertence a maneira pela qual a mensagem é recebida: de fato, pode acontecer que ela não seja bem-vinda ou escutada. Isso também é pobreza: a experiência do fracasso".


O Papa sublinhou ainda a necessidade de assumir a "experiência de falhanço" como parte integrante da "pobreza" que deve caracterizar a vida missionária.

Ler mais

Exclusivos