Premium O nuclear braço-de-ferro entre Irão e EUA

A crise entre iranianos e norte-americanos é também ou sobretudo uma face visível do confronto dos inimigos de Teerão no Médio Oriente.

Navios sabotados no golfo de Omã, um petroleiro apreendido ao largo de Gibraltar e trocas de palavras cada vez mais inflamadas entre Teerão e Washington. Com um país cada vez mais desesperado de um lado e um líder imprevisível do outro ninguém arrisca o desenlace da crise iraniana.

O Irão anunciou no dia 8 de maio uma retirada parcial de alguns aspetos do acordo nuclear, ao informar que o país não iria observar alguns dos limites impostos às suas atividades nucleares. Ameaçou igualmente aumentar o enriquecimento de urânio se não for concluído um acordo no prazo de 60 dias para proteger o país dos efeitos das sanções impostas pelos Estados Unidos, com o prazo a terminar no dia 7 de julho.

Ler mais

Exclusivos