O momento da explosão da primeira bomba

Explosões nas duas igrejas copta provocaram mais de 40 mortos e 100 feridos

O balanço do número de vítimas mortais da primeira explosão junto a uma igreja na cidade de Tanta, a norte do Cairo, subiu para 36, havendo também 71 pessoas feridas.

Magdi Awad, chefe do serviço de ambulâncias, confirmou a informação relativa à explosão de uma bomba quando os fiéis celebravam o Domingo de Ramos.

O momento da explosão em direto

Há agora a informação de uma segunda explosão numa igreja em Alexandria, de acordo com a televisão estatal, que terá provocado vários mortos e feridos.

A segunda bomba explodiu numa igreja copta em Alexandria, Egito, deixando pelo menos 11 mortos e 33 feridos, incidente que ocorreu horas depois de uma primeira explosão também numa igreja copta na cidade de Tanta.

"Uma explosão na Igreja Mar Morcos em Alexandria (...) vários feridos", indicou uma televisão do Estado.

O papa Francisco, que visitará o Egipto a 28 e 29 de abril, condenou hoje o atentado no interior de uma igreja cristã copta na cidade egípcia de Tanta, ao norte do Cairo, no qual morreram pelo menos 36 pessoas.

Ler mais

Exclusivos

Premium

João Gobern

País com poetas

Há muito para elogiar nos que, sem perspectivas de lucro imediato, de retorno garantido, de negócio fácil, sabem aproveitar - e reciclar - o património acumulado noutras eras. Ora, numa fase em que a Poesia se reergue, muitas vezes por vias "alternativas", de esquecimentos e atropelos, merece inteiro destaque a iniciativa da editora Valentim de Carvalho, que decidiu regressar, em edições "revistas e aumentadas", ao seu magnífico espólio de gravações de poetas. Originalmente, na colecção publicada entre 1959 e 1975, o desafio era grande - cabia aos autores a responsabilidade de dizerem as suas próprias criações, acabando por personalizá-las ainda mais, injectando sangue próprio às palavras que já antes tinham posto ao nosso dispor.