Vladimir Putin diz que "nem tudo está perdido" no acordo

Presidente russo considera que Donald Trump está aberto às negociações, apesar da saída dos Estados Unidos

O Presidente russo Vladimir Putin declarou esta sexta-feira que "nem tudo está perdido" e que é possível salvar o acordo nuclear assinado com o Irão em 2015", considerando que Donald Trump está aberto às negociações, apesar de ter abandonado o acordo.

"O Presidente norte-americano não fecha a porta às negociações, diz que há muitas coisas que não estão estabelecidas neste documento, mas não exclui chegar a um acordo com o Irão", afirmou Putin num fórum económico em São Petersburgo.

"Penso que nem tudo está perdido", acrescentou.

A decisão anunciada em maio por Donald Trump de os Estados Unidos abandonarem o acordo nuclear com o Irão e restabelecer as sanções contra o Irão foram criticadas não só pela China e pela Rússia, como também pela União Europeia, que viu os seus investimentos na economia iraniana ameaçados.

A decisão levou os europeus a aproximarem-se de Moscovo para tentarem, em conjunto, salvar o acordo, evitando a todo o custo que o Irão relance o seu programa de armamento nuclear, deixando o Presidente americano isolado.

"Não penso que o Presidente Trump tenha perdido", adiantou Putin.

"Está a cumprir as suas promessas eleitorais. Por isso, do ponto de vista da política interna, até ganhou", afirmou o Presidente russo.