Nova Zelândia: Reforma da lei de armas vai ser anunciada em dez dias

A primeira-ministra da Nova Zelândia, Jacinta Ardern, afirmou esta segunda-feira que a reforma de lei de armas vai ser anunciada dentro de dez dias.

Atualmente, para se possuir armas na Nova Zelândia é preciso ter mais de 16 anos e passar controlos policiais. Mas, depois do que considerou o "pior ataque" da história do país, o Governo ponder introduzir mais restrições, tais como a proibição das armas semi-automáticas,

O anúncio do prazo surge horas depois de o dono da loja "Gun City", em Christchurch, a terceira maior cidade do país, ter afirmado que vendeu quatro armas ao homem que alegadamente perpetrou os ataques, através de uma encomenda por correio verificada pela polícia.

Numa declaração, David Tipple disse que forneceu à polícia os registos de compra e os detalhes completos da venda. Sobre o homem, detido após o tiroteio, Tipple disse: "Não detetámos nada de extraordinário sobre este titular da licença".

No sábado, as autoridades acusaram Brenton Tarrant, suspeito autor dos massacres em Christchurch, de assassínio. Brenton Tarrant, um australiano nacionalista branco de 28 anos, é o suposto responsável pelos ataques às mesquitas Al-Noor e de Linwood, que fizeram 50 mortos e quase meia centena de feridos.

Ler mais

Exclusivos