Nicolás Maduro apela à solidariedade mundial com Lula e Dilma

Presidente venezuelano afirma que o Brasil está sob "uma ofensiva imperial que pretende acabar com as forças progressivas e revolucionárias"

O Presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, apelou hoje à solidariedade mundial para com a sua homóloga brasileira, Dilma Rousseff, e o ex-Presidente Lula da Silva perante o "golpe mediático-judicial" que estão a tentar contra eles.

"Levantemos a voz da solidariedade mundial com Dilma e Lula perante o golpe mediático-judicial no Brasil", escreveu Nicolás Maduro na sua conta no Twitter.

O Presidente da Venezuela considerou ainda que se trata de "uma ofensiva imperial que pretende acabar com as forças progressivas e revolucionárias".

"Que o movimento popular e democrático da nossa América se levante para enfrentar o golpe no Brasil. É tempo de luta", escreveu.

Um despacho judicial suspendeu hoje o ato de nomeação do ex-Presidente Luiz Inácio Lula da Silva como ministro da Casa Civil do Governo de Dilma Rousseff, segundo informações do jornal Folha de S.Paulo.

A decisão é, segundo o jornal, do juiz Itagiba Catta Preta Neto, que teria entendido que "há indícios de cometimento do crime de responsabilidade".

No entanto, este não é o único pedido de impugnação da posse de Lula. A juíza Ivani Silva da Luz da 22.ª Vara Federal do Distrito Federal aceitou hoje uma denúncia do movimento Pátria Brasil contra a posse do antigo Presidente.

A nomeação de Lula da Silva para o Governo está a ser encarada como uma forma de o ex-Presidente evitar as investigações de que é alvo no âmbito da Operação Lava Jato, sobre um esquema de corrupção que envolve várias empresas, incluindo a petrolífera estatal Petrobras.

Ler mais

Exclusivos

Premium

Opinião

Os irados e o PAN

A TVI fez uma reportagem sobre um grupo de nome IRA, Intervenção e Resgate Animal. Retirados alguns erros na peça, como, por exemplo, tomar por sério um vídeo claramente satírico, mostra-se que estamos perante uma organização de justiceiros. Basta, aliás, ir à página deste grupo - que tem 136 000 seguidores - no Facebook para ter a confirmação inequívoca de que é um grupo de gente que despreza a lei e as instituições democráticas e que decidiu fazer aquilo que acha que é justiça pelas suas próprias mãos.

Premium

Margarida Balseiro Lopes

Falta (transparência) de financiamento na ciência

No início de 2018 foi apresentado em Portugal um relatório da OCDE sobre Ensino Superior e a Ciência. No diagnóstico feito à situação portuguesa conclui-se que é imperativa a necessidade de reformar e reorganizar a Fundação para a Ciência e a Tecnologia (FCT), de aumentar a sua capacidade de gestão estratégica e de afastar o risco de captura de financiamento por áreas ou grupos. Quase um ano depois, relativamente a estas medidas que se impunham, o governo nada fez.