NASA e Uber querem desenvolver táxis aéreos

A NASA defende que o objetivo é criar uma rede que permita aos moradores receber uma pequena aeronave

A NASA e a Uber assinaram hoje um acordo para explorar a possibilidade de colocar táxis aéreos nos céus das cidades dos Estados Unidos.

A NASA informou que vai iniciar as simulações dos chamados "veículos de mobilidade aérea urbana", que também incluí drones para fazer entregas.

Este anúncio surge numa altura em está a decorrer a cimeira Uber Elevate, em Los Angeles, nos Estados Unidos, que reúne líderes da área das tecnologias e transportes para discutir o futuro da aviação urbana.

A NASA defende que o objetivo é criar uma rede que permita aos moradores receber uma pequena aeronave da mesma forma que os utilizadores da Uber podem agora usar uma aplicação para pedir um carro.

A agência espacial afirma que as simulações estão a ser planeadas nas suas instalações no aeroporto internacional de Dallas Fort Worth.

Exclusivos

Premium

Líderes europeus

As divisões da Europa 30 anos após o fim da Cortina de Ferro

Angela Merkel reuniu-se com Viktor Orbán, Emmanuel Macron com Vladimir Putin. Nos próximos dias, um e outro receberão Boris Johnson. E Matteo Salvini tenta assalto ao poder, enquanto alimenta a crise do navio da ONG Open Arms, com 107 migrantes a bordo, com a Espanha de Pedro Sánchez. No meio disto tudo prepara-se a cimeira do G7 em Biarritz. E assinala-se os 30 anos do princípio do fim da Cortina de Ferro.