MP da Venezuela anuncia mandados de detenção contra dirigentes de empresa estatal

O Ministério Público venezuelano anunciou que foram emitidos cinco novos mandados de detenção contra gerentes da empresa estatal Fertilizantes Nitrogenados de Venezuela (Fetinitro), acusados gastarem mais de um milhão de dólares (cerca de 864 mil euros) numa festa.

O anúncio foi feito pelo procurador-geral designado pela Assembleia Constituinte, Tareck William Sab.

A 'festa do milhão de dólares' foi descoberta na sequência de uma investigação sobre alegadas irregularidades na adjudicação de alguns contratos.

A Fertinitro foi criada em 1998 e é uma das principais produtoras de fertilizantes de nitrogénio do mundo.

Tem duas fábricas onde com capacidade para produzir diariamente 3.600 toneladas de amoníaco e 4.400 toneladas de ureia.

Segundo o procurador-geral, durante a investigação foram detetados "contratos irregulares" que foram usados para a realização da festa de fim-de-ano (2016) do pessoal" da empresa.

Dos crimes de que os gerentes são acusados, destaque para os de peculado, evasão de procedimento de licitações e de associação para cometer delito.

Relacionadas

Brand Story

Mais popular

  • no dn.pt
  • Mundo
Pub
Pub