Milhares de contas do Twitter com ligações à Rússia ajudaram Jeremy Corbyn

Milhares de contas da rede social 'Twitter' com ligações à Rússia lançaram mensagens de apoio ao candidato do Partido Trabalhista britânico, Jeremy Corbyn, na campanha das últimas eleições legislativas no Reino Unido

Uma investigação do "The Sunday Times"​​​​ diz que um estudo realizado com a colaboração da Universidade de Swansea, no País de Gales, identificou uma rede de 6.500 utilizadores do 'Twitter', nas semanas que antecederam os comícios de junho de 2017, a atacar o Partido Conservador e a difundir mensagens favoráveis a Corbyn que chegaram "a milhões de eleitores", escreve a agência de notícias espanhola EFE.

A maioria das contas "pode ser identificada claramente como robots, conhecidos como 'bots'", que se encobrem atrás de nomes femininos, em inglês, "criados em massa para bombardear o público com mensagens políticas", conta o diário inglês.

Cerca de 80% destas contas automáticas foram criadas pouco antes das eleições em que a primeira-ministra, Theresa May, perdeu a maioria absoluta que mantinha até então, ao obter 42,4% dos votos contra os 40% de Jeremy Corbyn

Esta rede de contas do 'Twitter' lançou mensagens de forma massiva, elogiando os trabalhistas e criticando os conservadores, a 18 de maio do ano passado, quando Theresa May apresentou o seu programa eleitoral, adianta ainda o "The Sunday Times".

Ler mais

Exclusivos