Navio com 177 migrantes chegou ao porto italiano de Catânia

Navio esteve cinco dias no mar, à espera de autorização do Governo italiano para se dirigir a um porto

Um navio militar italiano com 177 migrantes a bordo chegou ao porto de Catânia, na Sicília, sul de Itália, onde ficará até que o Governo autorize as pessoas a desembarcar.

Os migrantes vão permanecer durante a noite no Diciotti e não está previsto que vão a terra, para já, tal como foi decidido pelo Ministério do Interior italiano, que pretende que estas pessoas sejam distribuídas por países da União Europeia.

O navio permaneceu cinco dias no mar Mediterrâneo à espera de autorização do Governo italiano para se dirigir a um porto.

Durante este tempo, as autoridades de Itália e de Malta debateram qual dos dois países deveria responsabilizar-se pelos migrantes.

As pessoas a bordo do Diciotti foram salvas na quinta-feira, em águas de Malta, por outras duas embarcações mais pequenas da guarda-costeira italiana, segundo o Ministério do Interior italiano.

Itália pediu a Malta que recebesse o navio, mas Malta recusou e acusou Itália de ter recolhido os migrantes em águas maltesas "só para os impedir de entrar em águas italianas".

Exclusivos

Premium

Clássico

Mais de 55 milhões de euros separam plantéis de Benfica e FC Porto

Em relação à época passada, os encarnados ultrapassaram os dragões no que diz respeito à avaliação do plantel. Bruno Lage tem à sua disposição um lote de jogadores avaliado em 310,7 milhões de euros, já Sérgio Conceição tem nas mãos um grupo que vale 255,5 milhões. Neste sábado, no Estádio da Luz, defrontam-se pela primeira vez esta temporada.