México captura líder do Cartel Jalisco Nova geração e anuncia extradição para EUA

A detenção de Jesus Contreras, acusado de tráfico de droga, ocorreu sem recurso a violência

As autoridades mexicanas anunciaram no sábado a captura de um dos líderes do Cartel Jalisco Nova Geração, numa operação da Polícia Federal no estado central de Querétaro, e a intenção de extraditar Jesus Contreras para os Estados Unidos.

"Deu-se cumprimento no estado de Queretaro à ordem de detenção com fins de extradição internacional contra Jesus "C", fugitivo procurado pelas autoridades dos Estados Unidos", informou o procurador do Ministério Público em comunicado.

Após investigações, os agentes da Polícia Federal efetuaram a detenção "sem o uso de violência ou envolvimento de terceiros".

Sob Jesus "C" pendem acusações dos Estados Unidos por responsabilidade em crimes contra a saúde (tráfico de drogas), operações praticadas através de recursos ilegais e associação criminosa.

A detenção realizou-se em conformidade com um pedido de extradição feito pelo Governo dos Estados Unidos e de acordo com o tratado entre os dois países nesta matéria, concluiu o procurador.

De acordo com os 'media' locais, o detido é Jesus Contreras, identificado como um dos líderes do poderoso cartel e responsável pelas finanças da organização criminosa.

Ler mais

Exclusivos

Premium

Opinião

Os irados e o PAN

A TVI fez uma reportagem sobre um grupo de nome IRA, Intervenção e Resgate Animal. Retirados alguns erros na peça, como, por exemplo, tomar por sério um vídeo claramente satírico, mostra-se que estamos perante uma organização de justiceiros. Basta, aliás, ir à página deste grupo - que tem 136 000 seguidores - no Facebook para ter a confirmação inequívoca de que é um grupo de gente que despreza a lei e as instituições democráticas e que decidiu fazer aquilo que acha que é justiça pelas suas próprias mãos.

Premium

Margarida Balseiro Lopes

Falta (transparência) de financiamento na ciência

No início de 2018 foi apresentado em Portugal um relatório da OCDE sobre Ensino Superior e a Ciência. No diagnóstico feito à situação portuguesa conclui-se que é imperativa a necessidade de reformar e reorganizar a Fundação para a Ciência e a Tecnologia (FCT), de aumentar a sua capacidade de gestão estratégica e de afastar o risco de captura de financiamento por áreas ou grupos. Quase um ano depois, relativamente a estas medidas que se impunham, o governo nada fez.