Menina angolana torna-se mãe aos dez anos

Desconhece-se qualquer procedimento criminal por parte das autoridades policiais angolanas.

Uma menina de dez anos deu à luz terça-feira um bebé na maternidade da localidade angolana do Lobito, sendo já apelidada pelos 'media' locais como a "mãe mais nova de Angola".

A menina terá engravidado de um primo, de 17 anos, quando tinha ainda nove anos e o parto, contrariamente às expectativas iniciais dos médicos, foi natural, tendo demorado cerca de 18 minutos e decorrido sem problemas.

O bebé nasceu na tarde de terça-feira com 2,800 quilogramas, indicaram os médicos.

A menina e a família e a estão a ser acompanhados por assistentes sociais, desconhecendo-se qualquer procedimento criminal por parte das autoridades policiais angolanas, tendo em conta a sua idade.

Exclusivos

Premium

Adriano Moreira

Navegantes da fé

Este livro de D. Ximenes Belo intitulado Missionários Transmontanos em Timor-Leste aparece numa época que me tem parecido de outono ocidental, com decadência das estruturas legais organizadas para tornar efetiva a governança do globalismo em face da ocidentalização do globo que os portugueses iniciaram, abrindo a época que os historiadores chamaram de Descobertas e em que os chamados navegantes da fé legaram o imperativo do "mundo único", isto é, sem guerras, e da "terra casa comum dos homens", hoje com expressão na ONU.