Maduro pede ao Supremo para rever decisão de assumir o poder

Presidente da Venezuela diz querer "manter a estabilidade institucional"

O Presidente da Venezuela, Nicolas Maduro, pediu hoje ao Supremo Tribunal para rever a decisão de assumir o poder da Assembleia Nacional (parlamento).

Numa declaração feita após a reunião do Conselho de Segurança Nacional, presidido por Maduro, anunciou que apoiava uma revisão da decisão do tribunal para "manter a estabilidade institucional".

Na sexta-feira, Maduro negou uma "rutura constitucional" na Venezuela, provocada pela decisão do Supremo Tribunal de Justiça (STJ) de assumir as funções do parlamento.

A Procuradora-Geral da Venezuela, Luísa Ortega Díaz, denunciou na sexta-feira que a recente decisão do Supremo Tribunal de assumir as funções do parlamento "evidenciam várias violações de ordem constitucional e desconhecimento do modelo de Estado".

Exclusivos