Licor caseiro mata pelo menos 12 pessoas na República Dominicana

Número de vítimas aumentou porque várias pessoas ingeriram o mesmo licor durante os funerais dos primeiros mortos

Pelo menos 12 pessoas morreram e 21 foram hospitalizadas na República Dominicana depois de beberem um licor caseiro que continha metanol, anunciaram hoje as autoridades do país.

As autoridades referem que as primeiras mortes ocorreram há já alguns dias e que várias pessoas ficaram doentes depois de beberem o mesmo licor durante os funerais das vítimas iniciais.

Altagracia Guzman, secretária da Saúde, afirmou que as autoridades estão a procurar descobrir qual a origem do licor, acrescentando que não foram feitas detenções até ao momento.

As mortes ocorreram perto da fronteira da República Dominicana com o Haiti, onde se registaram mortes num número indeterminado.

O licor em causa é feito a partir da cana-de-açúcar.

Ler mais

Exclusivos

Premium

adoção

Técnicos e juízes receiam ataques pelas suas decisões

É procurador no Tribunal de Cascais há 25 anos. Escolheu sempre a área de família e menores. Hoje ainda se choca com o facto de ser uma das áreas da sociedade em que não se investe muito, quer em meios quer em estratégia. Por isso, defende que ainda há situações em que o Estado deveria intervir, outras que deveriam mudar. Tudo pelo superior interesse da criança.