Kim Jong-un tem uma "girl band" que vai enviar em digressão

A Moranbong Band tem canções sobre o "sorriso doce" e "bom coração" do ditador

A girl band formada pelo ditador norte-coreano Kim Jong-un vai fazer uma minidigressão pela China. Segundo a agência estatal KCNA, a Moranbong Band, "um modelo da literatura e arte baseada na ideologia Juche [a ideologia estatal do país] e uma banda cheia de estilo de nível mundial, vai dar concertos de amizade na China".

A digressão surge, segundo a CNN, num momento em que Kim Jong-un se esforça por melhorar as relações com a China, o maior investidor estrangeiro no país e o seu grande aliado na política internacional.

A Moranbong Band nasceu em 2012, formada pelo próprio Kim Jong-un, e tem canções sobre o "sorriso doce" e "bom coração" do ditador, além de tocar versões de clássicos ocidentais como "My Way". É composta apenas por mulheres, que pertencem ao exército do país, o que faz com que pareçam uma mistura de banda militar com grupo feminino. Todas tocam violinos, violoncelos, saxofones, sintetizadores, teclados, bateria ou cantam.

São conhecidas também pelo estilo ocidentalizado que apresentaram no início e pelas roupas relativamente ousadas, pelos padrões da Coreia do Norte e ainda que sem violar as regras de vestuário do país.

No verão passado houve vários rumores sobre o desaparecimento da banda, e a possibilidade de esta ter saído das boas graças de Kim Jong-un, mas estes foram desmentidos com um concerto em Pyongyang em setembro.

Ler mais

Exclusivos