O que faz Kim Jong-un numa fábrica de cosméticos?

As imagens foram divulgadas no sábado pela agência oficial norte-coreana KCNA e revelam um Kim Yo-jong descontraído

O líder norte-coreano Kim Jong-un apareceu em público numa visita a uma fábrica de cosméticos em Pyongyang, que ficou marcada pela presença da mulher de Kim Jong-un, raramente vista em eventos públicos, e pela da irmã mais nova do líder, Kim Yo-jong, que foi recentemente nomeada para o politburo, o organismo com maior poder de decisão da Coreia do Norte.

As imagens foram divulgadas no sábado pela agência oficial norte-coreana KCNA e revelam um Kim Yo-jong descontraído, apesar da escalada da tensão na península coreana, depois dos testes nucleares do seu regime, que motivaram a condenação da comunidade internacional e troca de ameaças com os Estados Unidos.

Durante essa "visita de orientação no terreno", o líder norte-coreano elogiou os produtos de "nível internacional" que permitem "realizar o sonho das mulheres que desejam ser mais bonitas", de acordo com a agência oficial da Coreia do Norte KCNA.

Kim Jong-un fez-se acompanhar pela irmã mais nova, Kim Yo-Jong, que foi promovida recentemente à direção política do partido único da Coreia do Norte, realçou a KCNA. Kim Yo-jong e Ri Sol-ju são consideradas as mulheres mais influentes daquele país asiático, profundamente patriarcal.

Ri, antiga cantora igualmente conhecida pelo gosto pela alta-costura, teve três filhos com Kim Jong-un.

Os dois irmãos nasceram da união do falecido líder Kim Jong-Il e da terceira mulher, a antiga dançarina Ko Yong-Hui. A família Kim está no poder na Coreia do Norte desde 1948.

Ler mais

Exclusivos

Premium

Adriano Moreira

O relatório do Conselho de Segurança

A Carta das Nações Unidas estabelece uma distinção entre a força do poder e o poder da palavra, em que o primeiro tem visibilidade na organização e competências do Conselho de Segurança, que toma decisões obrigatórias, e o segundo na Assembleia Geral que sobretudo vota orientações. Tem acontecido, e ganhou visibilidade no ano findo, que o secretário-geral, como mais alto funcionário da ONU e intervenções nas reuniões de todos os Conselhos, é muitas vezes a única voz que exprime o pensamento da organização sobre as questões mundiais, a chamar as atenções dos jovens e organizações internacionais, públicas e privadas, para a necessidade de fortalecer ou impedir a debilidade das intervenções sustentadoras dos objetivos da ONU.