Kim Jong-un e Trump juntos em Pyeongchang?

"Estamos a dar-nos muito bem", disse o homem que era afinal um sósia do líder norte-coreano

Dois sósias do Presidente dos EUA, Donald Trump, e do líder norte-coreano Kim Jong-un, foram expulsos do estádio onde foi realizada esta sexta-feira a cerimónia inaugural dos Jogos Olímpicos de Pyeongchang, na Coreia do Sul.

O falso Donald Trump tinha cabelo louro e pele alaranjada e o duplo de Kim Jong-un usava o corte de cabelo curto característico do líder da Coreia do Norte.

"Estamos a dar-nos muito bem", disse o homem que era um sósia do líder norte-coreano, mas que não se quis identificar, segundo a Reuters.

"Queríamos surpreender toda a gente e trazer paz ao mundo e agora estamos a ser escoltados pelos seguranças, o que não nos parece justo", acrescentou. "Não queremos todos paz?", questionou o duplo.

Os dois foram conduzidos sem incidentes para fora do estádio, mas a sua passagem por entre a multidão causou um pequeno tumulto e muitos sorrisos.

Ler mais

Premium

João Almeida Moreira

Bolsonaro, curiosidade ou fúria

Perante um fenómeno que nos pareça ultrajante podemos ter uma de duas atitudes: ficar furiosos ou curiosos. Como a fúria é o menos produtivo dos sentimentos, optemos por experimentar curiosidade pela ascensão de Jair Bolsonaro, o candidato de extrema-direita do PSL em quem um em cada três eleitores brasileiros vota, segundo sondagem de segunda-feira do banco BTG Pactual e do Instituto FSB, apesar do seu passado (e presente) machista, xenófobo e homofóbico.