Kim Jong-un e Trump juntos em Pyeongchang?

"Estamos a dar-nos muito bem", disse o homem que era afinal um sósia do líder norte-coreano

Dois sósias do Presidente dos EUA, Donald Trump, e do líder norte-coreano Kim Jong-un, foram expulsos do estádio onde foi realizada esta sexta-feira a cerimónia inaugural dos Jogos Olímpicos de Pyeongchang, na Coreia do Sul.

O falso Donald Trump tinha cabelo louro e pele alaranjada e o duplo de Kim Jong-un usava o corte de cabelo curto característico do líder da Coreia do Norte.

"Estamos a dar-nos muito bem", disse o homem que era um sósia do líder norte-coreano, mas que não se quis identificar, segundo a Reuters.

"Queríamos surpreender toda a gente e trazer paz ao mundo e agora estamos a ser escoltados pelos seguranças, o que não nos parece justo", acrescentou. "Não queremos todos paz?", questionou o duplo.

Os dois foram conduzidos sem incidentes para fora do estádio, mas a sua passagem por entre a multidão causou um pequeno tumulto e muitos sorrisos.

Ler mais

Exclusivos

Premium

Patrícia Viegas

Espanha e os fantasmas da Guerra Civil

Em 2011, fazendo a cobertura das legislativas que deram ao PP de Mariano Rajoy uma maioria absoluta histórica, notei que quando perguntava a algumas pessoas do PP o que achavam do PSOE, e vice-versa, elas respondiam, referindo-se aos outros, não como socialistas ou populares, não como de esquerda ou de direita, mas como los rojos e los franquistas. E o ressentimento com que o diziam mostrava que havia algo mais em causa do que as questões quentes da atualidade (a crise económica e financeira estava no seu auge e a explosão da bolha imobiliária teve um impacto considerável). Uma questão de gerações mais velhas, com os fantasmas da Guerra Civil espanhola ainda presente, pensei.