EUA: Juiz ordena entrega de lista de pais separados das crianças na fronteira

A Administração de Trump tem até segunda-feira para entregar o documento

Um juiz federal ordenou sexta-feira à Administração do Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, a entrega até segunda-feira de uma lista de pais indocumentados sob custódia de agências de imigração e que estão separados dos filhos.

O juiz Dana Sabraw, de um tribunal federal em San Diego, no sul da Califórnia, disse que será "vigilante" em relação ao prazo de 26 de julho, data em que o Governo norte-americano deve reunir mais de 2.000 crianças, com idades superior a cinco anos, com os pais indocumentados, separados na fronteira com o México.

O Departamento de Justiça indicou que já iniciou o processo de reunificação das 2.500 crianças maiores de cinco anos e que tal continuará a ser realizado de forma contínua até o dia 26 de julho, ou seja, o período estabelecido pelo juiz Sabraw.

Dana Sabraw, após uma ação coletiva movida pela União Americana das Liberdades Civis (ACLU) contra a separação das famílias imigrantes, deu ao Governo no final de junho um período de 30 dias para que se procedesse à reunião de pais e filhos com mais de cinco anos.

Ler mais

Exclusivos