Jovens tailandeses entram em retiro budista

Quase todos os rapazes resgatados da gruta iniciaram o ritual para participarem num retiro budista e serem ordenados noviços. O treinador vai ser ordenado monge.

Onze dos 12 adolescentes tailandeses que foram resgatados da gruta inundada deram os primeiros passos para serem ordenados como noviços budistas numa cerimónia tradicional.
O momento marcou o início de um processo em que os jovens vão viver durante nove dias num templo budista, a partir de quarta-feira. É o cumprimento de uma promessa feita pelas suas famílias em agradecimento ao salvamento e em memória de um mergulhador que morreu.

Os 11 rapazes serão ordenados noviços e o treinador Ekapol Chanthawong será ordenado monge. Muitos tailandeses são ordenados monges budistas quando chegam à maioridade. O budismo é seguido por mais de 90% da população tailandesa.
Um dos rapazes, Adul Sam-on, de 14 anos, é cristão e não será ordenado.

Vestidos de branco, os rapazes procederam a uma oração e acenderam velas num templo no distrito de Mae Sai, em Chiang Rai.
Antes da cerimónia de quarta-feira o grupo irá ser submetido ao corte de cabelo.

Governo preocupado

O governo tailandês mostrou entretanto a sua preocupação no que respeita à forma como as empresas de comunicação e de filmes possam aproveitar-se dos jovens.

O ministro da Cultura, Vira Rojpochanarat, anunciou que vai propor no próximo conselho de ministros a criação de uma comissão que supervisione a produção de filmes, documentários e vídeos relacionados com o resgate.

Cinco empresas estrangeiras de produção de filmes mostraram interesse em fazer um filme ou um documentário sobre o tema, adiantou Vira. E uma empresa tailandesa também está a desenvolver um filme.

Os 12 rapazes da equipa de futebol, com idades entre 11 e 16 anos, tiveram alta hospitalar na semana passada, na sequência do resgate bem-sucedido que apaixonou o mundo.

O salvamento envolveu mergulhadores e voluntários de todo o mundo e terminou no dia 10, quando o último grupo foi trazido de dentro da gruta Tham Luang, no norte da Tailândia, em Chiang Rai.

Os meninos e o seu treinador de 25 anos, Ekapol Chanthawong, foram explorar as grutas no dia 23 de junho, onde ficaram presos devido às cheias causadas pelas chuvas de monções. O grupo sobreviveu só com água que escorria das rochas durante nove dias até serem descobertos por mergulhadores.

Ler mais

Exclusivos

Premium

Nuno Artur Silva

Notícias da frente da guerra

Passaram cem anos do fim da Primeira Guerra Mundial. Foi a data do Armistício assinado entre os Aliados e o Império Alemão e do cessar-fogo na Frente Ocidental. As hostilidades continuaram ainda em outras regiões. Duas décadas depois, começava a Segunda Guerra Mundial, "um conflito militar global (...) Marcado por um número significativo de ataques contra civis, incluindo o Holocausto e a única vez em que armas nucleares foram utilizadas em combate, foi o conflito mais letal da história da humanidade, resultando entre 50 e mais de 70 milhões de mortes" (Wikipédia).

Premium

nuno camarneiro

Uma aldeia no centro da cidade

Os vizinhos conhecem-se pelos nomes, cultivam hortas e jardins comunitários, trocam móveis a que já não dão uso, organizam almoços, jogos de futebol e até magustos, como aconteceu no sábado passado. Não estou a descrever uma aldeia do Minho ou da Beira Baixa, tampouco uma comunidade hippie perdida na serra da Lousã, tudo isto acontece em plena Lisboa, numa rua com escadinhas que pertence ao Bairro dos Anjos.