Pugilista de 15 anos morre num combate juvenil

Depois de ter sofrido um ferimento grave na cabeça, o pugilista começou a ter convulsões. Caso está a ser investigado

Anton Sidorov, pugilista de 15 anos, morreu após vários golpes sofridos na cabeça numa competição juvenil, em Vladimir, na Rússia, informou esta segunda-feira o departamento de investigação da região.

Enquanto disputava a terceira ronda do torneio, o jovem pugilista começou a ter convulsões e o árbitro foi obrigado a interromper a prova.

Os investigadores adiantaram que a morte foi causada por negligência, devido a um ferimento grave na cabeça, mas o processo ainda está em aberto.

"Estabeleceu-se que o estado de saúde do jovem exigiu uma atenção extra pois já tinha sofrido, alguns anos antes, um ferimento grave na cabeça", comunicou o mesmo departamento.

Alexander Kiryukhin, chefe do departamento da saúde regional, disse que Sidorov era um desportista da academia local e não estava apto para lutar.

O mesmo responsável ordenou ainda uma investigação extra para apurar se estavam reunidas todas as condições clínicas do jovem e sobre o torneio organizado sem autorização da federação regional de pugilismo.

Ler mais

Exclusivos

Premium

Nuno Artur Silva

Notícias da frente da guerra

Passaram cem anos do fim da Primeira Guerra Mundial. Foi a data do Armistício assinado entre os Aliados e o Império Alemão e do cessar-fogo na Frente Ocidental. As hostilidades continuaram ainda em outras regiões. Duas décadas depois, começava a Segunda Guerra Mundial, "um conflito militar global (...) Marcado por um número significativo de ataques contra civis, incluindo o Holocausto e a única vez em que armas nucleares foram utilizadas em combate, foi o conflito mais letal da história da humanidade, resultando entre 50 e mais de 70 milhões de mortes" (Wikipédia).