Diogo estudava Química na Suíça. Morreu esfaqueado. A namorada está no hospital

As autoridades suspeitam de que não haveria mais ninguém no apartamento para além do português, de 24 anos, e da namorada, mas estão a investigar o caso.

Um português com 24 anos foi encontrado morto com ferimentos de faca no pescoço, na passada sexta-feira, em La Sarraz, na Suíça. A namorada de nacionalidade suíça está no hospital - já fora de perigo - depois de ter sido também ela esfaqueada.

Diogo, estudante de Química, foi encontrado morto na casa onde vivia com os pais, que na altura estariam fora. A imprensa local fala num problema conjugal. O alerta foi dado por volta das 12:15 pelos vizinhos que viram a rapariga a sair de casa com vestígios de sangue, de acordo com o La Liberté.

"Ouvimos um barulho alto e depois gritos. Foi terrível, ainda a ouço. Ela saiu pelo corredor, cheia de sangue e com uma ferida profunda no pescoço. Acolhemo-la e ela disse-nos imediatamente para ligarmos para o 144", contou um vizinho ao jornal 20 minutes. Os vizinhos descrevem ainda que a relação do casal era boa, mas que na última semana teria havido problemas na relação.

As autoridades do cantão de Vaud estão a investigar o caso, adiantando "que todas as hipóteses estão em aberto", mas que não deverá haver uma terceira pessoa envolvida no incidente.

Ler mais

Exclusivos