Inglês foi preso depois de 'tweet' sobre atentados

A polícia informou que prendeu um homem de 46 anos

Um homem britânico foi detido, acusado de incitar ao ódio racial, depois de ter publicado uma mensagem na rede social Twitter sobre os ataques de Bruxelas. Matthew Doyle escreveu que tinha confrontado uma muçulmana na rua sobre os ataques, em Croydon, um subúrbio de Londres, e que esta lhe tinha respondido que não tinha nada a ver com isso, o que considerou "uma fraca resposta".

A polícia não confirmou que se trata de Doyle, mas informou que prendeu um homem de 46 anos em Croydon, na quarta-feira, "suspeito de incitar ao ódio racial nas redes sociais", segundo uma porta-voz da Metropolitan Police. O suspeito não foi acusado e a polícia não especifica se o problema é a mensagem já referida ou outras, mas diz que continua a investigar.

Em entrevista ao The Daily Telegraph, Doyle confirmou a detenção e defendeu-se dizendo que não confrontou a mulher, mas sim que lhe perguntou "o que pensava sobre o incidente" em Bruxelas. "Ela era branca, britânica, usava um hijab e disse-me que não tinha nada a ver com ela. Eu disse 'obrigado por me explicar isso' e o filho dela disse-me adeus", contou ao jornal.

A forma como formulou a mensagem no Twitter, no entanto, gerou muitas críticas.

Exclusivos