ETA vai anunciar a sua dissolução a 5 de maio

A cerimónia deverá acontecer em Bayona, no País Basco francês. Ainda são desconhecidos os termos exatos que a ETA vai empregar para divulgar a sua dissolução

A organização separatista basca ETA vai anunciar a sua dissolução no dia 5 de maio, durante uma cerimónia marcada para Bayona, no País Basco francês, disseram à agência Efe fontes conhecedoras do processo.

Na sexta-feira vai ser convocada uma conferência de imprensa da organização Bake Bidea, em Iparralde, no sudoeste francês, na qual se anunciará "um evento" de alcance internacional a realizar em Bayona, para o qual vão ser convidados instituições, como o governo basco, partidos políticos e sindicatos.

Apesar de estas fontes desconhecerem os termos exatos que a ETA vai empregar para divulgar a sua dissolução, o anúncio vai acontecer em 5 de maio, garantiram.

Na conferência de imprensa vão estar dirigentes do Bake Bidea, do Fórum Social e do Grupo Internacional de Contacto (GIC).

Por outro lado, fontes do governo basco declararam que, de momento, não vão participar "em especulações nem sobre prazos, nem sobre cenarizações" e que se pronunciarão quando ocorrer uma decisão da ETA.

A televisão pública basca (ETB) noticiou na tarde de quarta-feira a intenção da ETA anunciar a sua dissolução no primeiro fim de semana de maio.

A 8 de abril último, o líder da EH Bildu, Arnaldo Otegi, anunciou em Bayona, a propósito do primeiro aniversário do desarmamento da ETA, que esta iria dar "novos passos" nas próximas semanas e nos próximos meses.

Ler mais