Homem veste-se como a irmã morta há 20 anos para ajudar a mãe

Tudo começou quando a mulher mostrou indícios de problemas mentais após a morte da filha

Um homem chinês tem-se vestido de mulher nos últimos vinte anos, após a morte da irmã, para ajudar a mãe, que tem problemas mentais, a lidar com a situação.

A situação tem sido bastante partilhada nas redes sociais chinesas e está agora a tornar-se viral em todo o planeta. Num vídeo, o homem, que não foi identificado, mas que a BBC diz que é de Guilin, na região de Guangxi, aparece a falar com a mãe, que está deitada nas traseiras de um veículo de três rodas.

A BBC diz ainda que o homem afirmou ter começado a vestir-se de mulher quando a mãe começou a mostrar sinais de problemas mentais após a morte da filha. Acrescentou ainda que a mãe ficou convencida que a filha tinha voltado.

"Ela ficou tão contente que eu continuei a fazê-lo. Basicamente vivo como uma mulher desde então. Não tenho roupas de homem", refere.

"Ela é a minha filha. Quando a minha outra filha morreu ela tornou-se a minha filha", diz a mãe no vídeo.

O homem diz não ter quaisquer problemas com as pessoas que se possam rir dele ou gozar com a situação, referindo que o faz "pela mãe".

#HePosedAsHisDeadSisterFor20Years# (ele fez-se passar pela irmã morta durante 20 anos) foi um hashtag muito usado nas redes sociais chinesas nos últimos dias.

As opiniões, contudo, dividem-se. Enquanto algumas pessoas elogiam o homem e o que faz pela mãe, outros criticam e dizem, inclusivamente, que é apenas uma desculpa para ele ser travesti.

Últimas notícias

Brand Story

Tui

Mais popular

  • no dn.pt
  • Mundo
Pub
Pub