Homem tenta embarcar nu no aeroporto de Moscovo. Está tudo em vídeo

Como se fosse uma cena para um qualquer programa de apanhados, um homem colocou-se totalmente despido na fila para o check-in no aeroporto russo. "As roupas prejudicam a aerodinâmica do corpo", justificou

Nas imagens, a figura destaca-se das outras pessoas que aguardavam pacientemente pela sua vez, na fila para o check-in do aeroporto de Domodedovo, em Moscovo. Tratava-se de um homem nu, que depois se veio a saber ter 35 anos e ser natural da Sibéria, que esperava também para embarcar no voo com destino à Crimeia.

Com as mãos a tapar as partes íntimas, o homem ali estava totalmente despido, como se fosse a coisa mais normal do mundo. Ia avançando calmamente na fila e os outros passageiros agiam também com uma surpreendente discrição, nem se mostravam muito chocados, apenas deixando sair, por vezes, alguns risinhos.

Ninguém chegou a perceber qual a intenção do homem, mas, de acordo com uma testemunha, justificou a sua atitude dizendo que "as roupas prejudicam a aerodinâmica do corpo", e que "é mais fácil voar" nu.

O homem foi detido pela polícia e deveria ser sujeito a um exame de saúde mental. A companhia aérea, em cujo avião tinha tentado embarcar, disse à imprensa local que o indivíduo se despiu em público e passou pela sua equipa. "Mas não conseguiu chegar ao avião", disse o porta-voz da empresa.

Ler mais

Exclusivos

Premium

Saúde

Empresa de anestesista recebeu meio milhão de euros num ano

Há empresas (muitas vezes unipessoais) onde os anestesistas recebem o dobro do oferecido no Serviço Nacional de Saúde para prestarem serviços em hospitais públicos carenciados. Aquilo que a lei prevê como exceção funciona como regra em muitas unidades hospitalares. Ministério diz que médicos tarefeiros são recursos de "última instância" para "garantir a prestação de cuidados de saúde com qualidade a todos os portugueses".