Francês condenado a três meses de pena suspensa por "like" no Facebook

Francês foi levado à justiça após ter "gostado" de uma fotografia que mostrava um militante do Estado Islâmico a decapitar uma mulher

Um homem francês de 32 anos foi condenado a três meses de pena de prisão suspensa depois de ter feito um "gosto" numa fotografia no Facebook - a imagem mostrava um combatente do grupo extremista ISIS a decapitar uma mulher. A denúncia chegou à polícia em maio e a decisão judicial foi tomada esta segunda-feira, num tribunal de Meaux, em Seine-et-Marne, França, estando em causa uma possível apologia ao terrorismo.

Depois do "like" na fotografia, a imagem começou a aparecer no feed de Facebook de outras pessoas, com uma a acabar por avisar as autoridades locais.

De acordo com o jornal Le Parisien, a polícia acabou por realizar buscas na casa do indivíduo e encontrou apenas equipamento de airsoft, atividade em que equipas simulam confrontos e guerras, com imitações de armas verdadeiras que disparam pequenas bolas brancas.

A investigação ao computador do homem não revelou nada de suspeito, com o próprio a afirmar que não defende o terrorismo e que apenas fez o "gosto" porque achava que a fotografia era falsa.

Já o autor da publicação, que também será julgado em breve, vai ter de pagar 1500 euros de multa por lhe terem sido apreendidas nove plantas de canábis, que tinha em casa.

Ler mais

Exclusivos